Normas para submissão


Submissões até 31 de maio de 2018


Orientações gerais

  • Cada autor poderá submeter 1 trabalho, na categoria oral. Cada trabalho poderá ter no máximo 5 autores.
  • A condição para submissão de trabalho é a efetivação da inscrição via sistema de todos os autores do texto. Caso algum autor não tenha efetivado a inscrição, o texto não será avaliado.
  • O trabalho deve ser submetido de acordo com um dos 5 eixos temáticos do congresso:

Eixo 1: Políticas públicas e direitos dos idosos

Eixo 2: Saúde, qualidade de vida e envelhecimento ativo

Eixo 3: Educação para o idoso e Universidades Abertas para Terceira Idade

Eixo 4: Mercado de Trabalho, aposentadoria e Instituições de Longa Permanência

Eixo 5: Assistência social, família e cuidador de idoso

Para a submissão há necessidade de enviar o trabalho em duas versões

1. Texto identificado: utilizar o CPF ou passaporte (estrangeiros) e a indicação de texto identificado.

Para o trabalho identificado, após o título deve-se acrescentar o nome dos autores. Em nota de rodapé indicar a formação, filiação institucional e e-mail de todos os autores. O texto deve ser enviado em arquivo doc ou docx.

Exemplo: 99900088877.identificado.doc

2. Texto não identificado: utilizar o CPF ou passaporte (estrangeiros) e a indicação de texto não identificado.

Para o trabalho não identificado, após o título não se deve acrescentar o nome do autor ou qualquer menção de identificação no decorrer do texto ou em nota de rodapé. O texto deve ser enviado em arquivo doc ou docx.

Exemplo: 99900088877.não-identificado.doc

Utilizar arquivo modelo: Clique aqui!


Para submeter o trabalho

  • Tanto o texto identificado quanto o não identificado deve ser enviado para o e-mail: seduca3idade@hotmail.com
  • Serão aceitos para a avaliação apenas os trabalhos dos autores inscritos no congresso.
  • Indicar na mensagem do e-mail qual é o eixo temático.
  • Não serão aceitos trabalhos enviados por outro meio.
  • Caso algum autor envie mais de 1 trabalho, será considerado apenas o primeiro trabalho enviado, sendo desconsiderado os demais.

Informações importantes

  • Somente serão apresentados e publicados nos Anais do evento os trabalhos aprovados pela Comissão Científica.
  • Os apresentadores deverão estar no horário da sessão, sendo que este será rigorosamente cumprido. Não haverá troca de horário de apresentação.
  • Para as sessões de apresentações das Comunicações Orais serão disponibilizados projetores de multimídia.
  • Somente receberão certificado de apresentação de trabalho, os autores que estiverem no evento e realizarem tal atividade.

Somente serão aceitos os textos que sigam rigorosamente as normas estabelecidas abaixo: 

Língua: português (acordo ortográfico) ou espanhol

Formatação: Arial; tamanho 12, espaço 1,5

Dimensão: 10 a 15 páginas (incluindo referências, notas e resumos em português e espanhol)

Identificação: Título em português (até 20 palavras), em negrito e maiúsculo. Título em espanhol (até 20 palavras), em maiúsculo.

Resumo: Em português e espanhol, com no máximo 250 palavras.

Palavras-chave: 3 a 5 palavras.

Subtítulos: Maiúscula (numeração árabe)

Alinhamento: Justificado

Notas: rodapé, tamanho 10, ordenadas por numeração árabe.

Paginação: todas as páginas devem ser numeradas. Canto inferior direito, ordenadas por numeração árabe.

Tabelas e figuras: ordenadas por numeração árabe. Incluir título ou legenda e sempre fonte. No máximo 3 tabelas ou figuras no corpo do texto.

Siglas: na primeira ocorrência, apontar a designação completa. Exemplo: Universidade Aberta para a Terceira Idade (UATI).

Sistema de citações e referências a autores no texto: autor-data, de acordo com as normas da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT). O manual de normas pode ser consultado aqui.

As referências devem conter apenas as obras referidas ou citadas no texto, por ordem alfabética.

Exemplos:

Livro:

1 autor: MANACORDA, M. A. Marx e a pedagogia moderna. São Paulo: Cortez; Autores Associados, 1991.

2 autores: ROMÃO, J. E.; GADOTTI, M. Educação de adultos: cenários, perspectivas e formação de educadores. Brasília: Liber/IPF, 2007.

3 autores: OLIVEIRA, R. C. S.; OLIVEIRA, F. S.; SCORTEGAGNA, P. A. Universidade Aberta para a Terceira Idade: a extensão como meio de inserção do idoso no contexto universitário. Assis: Storbem, 2012.

Mais de 3 autores: PACHUK, C. et al. Diccionario de Psicoanálisis de las Configuraciones Vinculares. Buenos Aires: Del Candil, 1998.

Capítulo de livro: CAMARANO, A. A; KANSO, S; LEITÃO e MELLO, J. Como vive o idoso brasileiro? In: CAMARANO, A. A. Os novos idosos brasileiros: muito além dos 60? Rio de Janeiro: IPEA, 2004. p. 25-74.

Tese ou dissertação: LOESER, V. Educação e Envelhecimento: um curso na vida de idosos de Porto Alegre. 2006. 116 f. Dissertação (mestrado em Educação) – Faculdade de Educação, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2006.

Artigo de periódico: POSADA, F. V. Educación y personas mayores: algunas claves para la definición de una psicología de la educación en la vejez. Revista Brasileira de Ciências do Envelhecimento Humano, Passo Fundo, v. 1, n.2, p. 61-76, jul./dez. 2004.

Documento oficial: IBGE. Censo Demográfico 2010. Rio de Janeiro: Fundação Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, 2010.

Legislação: BRASIL. Lei n. 10741 de 1 de outubro de 2003. Dispõe sobre o Estatuto do Idoso. Brasília, 2003. 

 

Anúncios